29/08/2010

Eu quero que você fale e sorria.

Para muitos a depressão é uma doença comum, muitos acham que já tiveram algum tipo de depressão na sua vida, mas o que poucos sabem é que a depressão e uma doença perigosa que muitas vezes leva à pessoa a loucura.

Existem dois tipos de depressão a psiquiátrica e a depressão normal. E é sobre esse tipo de depressão psiquiátrica que foi o motivo para o desespero e a agonia passada por esta família que eu quero relatar.

Janete sempre se mostrou forte, ela sempre foi guerreira e confiante de si mesma, mas algo nela havia mudado, dias sem dormi, problemas de família, coração bom com duas meninas para terminar de criar, casa grande, cachorros, plantas e trabalho por demais, vida comum, rotina, levou a nossa protagonista da história a um problema psiquiátrico, a depressão.

A mente já não funcionava tão bem, a mania de perseguição a atacou, achava que havia perdido os seus recursos, já não comia e nem bebia, não mais falava, não bebia e nem comia, vivia a caminhar pela casa, olhar vago para as pessoas, parecia não reconhecer ninguém, foi parar no hospital, internada e a base de soro, semanas haviam se passado e ela melhorava.

Quando voltou para casa não se alimentava direito e em um dos momentos de distração dos seus familiares, Janete havia perdido a cabeça não por ela, mas devido à doença tomou todos os remédios de uma vez, se não fosse pela minha tia e por Deus a minha mãe haveria morrido.

Janete foi levada às pressas para o hospital para uma lavagem estomacal, mas os remédios foram muitos e o efeito foi rápido. O desespero nós atingia, as orações foram constantes, só um milagre poderia acontecer e aconteceu com o tempo ela foi melhorando, depois de tantos episódios ruins, mas depois do hospital ela foi levada a uma clinica psiquiátrica por onde ficou ate que achassem os remédios certos para ela de volta para casa Janete dormia, pensava, mas com a graça de Deus, a força da família e o jeitão todo especial de Dona Janete ela esta melhorando a cada dia mais ainda faz seu tratamento, hoje ela valoriza o que realmente importa.

As pessoas chegam a uma fase da vida que se chama “melhor idade” que o que, mas devem fazer e relaxar, viver, sorrir e dançar, ter novamente o espírito de uma jovem no corpo de uma vovó, vá viver porque é inevitável tentar evitar o fim, mas e possível prolongá-lo, então prolongue, viva.

Te amo mamãe, obrigado Jesus.

6 comentários:

Natália disse...

Depressão é horrivel. bj

Mirian Brandão disse...

amei seu blog, to seguindo, me segue?
http://mirianbrandaoaoavesso.blogspot.com/

;*

Thaíse L. disse...

Depressão acabou por virar a doença do seculo, todos falam nela mas só quem já passou por isso, pode falar com toda certeza.
Beijooos

Jeniffer Yara disse...

Depressão é algo sério mesmo,não sei na verdade se já vivi,mas acredito que sim,só me recuperei logo,por que eu sabia que poderia á chegar num nível alto e muito ruím!

Ainda bem que tudo deu certo,e você têm razão em dizer que as pessoas precisam viver,do modo que acha mais certo,do modo delas *.*

Beijos!

M. disse...

Com depressão não se brinca

Dani disse...

Nossa Nessah! Me arrepiei! Graças a Deus que agora está tudo bem.

Vamos viver!