16/07/2011

Caminhos Cruzados

Você já se perguntou como seria sua vida se você não fosse você? Se tivesse nascido em outro país? Com outros pais? Outra época? Outro costume?
Será que as ideias seriam as mesmas? E os seus ideais como ficariam? E seus pensamentos? O que seria de você se não existisse? Quem viveria por você? Amaria por você? Ou ate mesmo morreria no seu lugar?
Viver é uma arte, é um dom, é um oficio só que é preciso cuidado para não encontrar o caminho errado, o caminho mais curto, até mesmo mais bonito, só que com um triste fim, o fim com o medo, a solidão...
Eu já me perguntei e parei para refletir quando caminhos existem no caminho da vida? Um sim ou um não fazem toda diferença, você pode receber um pedido simples de uma amiga a chamando para sair e pode optar pelo sim ou pelo não, se sair o que pode acontecer, pode compartilhar de bons momentos, encontrar um alguém especial ou pode ser assaltada, pode escolher ficar em casa e cair no tédio, perde bons momentos ou encontrar seu filme predileto na televisão. Você só saberá se viver e viver por você. 
Noites pensando fiz a seguinte reflexão é se os meus caminhos fossem outros? Se minha mãe não tivesse sido criada pelos seus tios? Se eu tivesse vivido todo minha vida com ela? O que seria da minha família daqui? Do meu pai e da minha mãe? Se eu não tivesse tido uma irmã? Ou no lugar da irmã um irmão? Se tivesse estudado em outros lugares, conhecido outras pessoas? Se não tivesse namorado tão cedo? Tivesse aproveitado mais aquela balada ou não tivesse ido dormi tão tarde? Se tivesse escolhido outro curso...Se tivesse outra vida? O que seria de mim? Logo não seria eu, seria outra pessoa e você com as mesmas perguntas seria outra pessoa, pois a forma onde Deus te fez ele jogou fora, sua vida é somente sua, então viva pois não encontra-ra quem vai viver por ti.

- Quando dias você viveu e outros apenas existiu? 
    




10 comentários:

Camila Locatelli disse...

Ameei o post, sinceramente toda noite paro e me pergunto se inves dos nãos que disse hoje, fossem sim's sinceros ou vice-versa. Acredito que nossa vida devemos analisar tudo cautelosamente, pois qualquer passo em falso pode mudar tudo em nossa vida

Valeu pela visita. beijinhos

Pensamentos Devaneantes disse...

É aquela velha história:
"A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelas vezes que perdeu o ar."

Ow yeh.

Mto bom!!

Bjs

Letícia

CandyReis disse...

olha neste post tem dizendo o site :D

http://s2meh.blogspot.com/2010/12/onde-encontrar-imagens-para-postagens.html

anacarol. disse...

Adorei o texto >.<
Tipo, eu sempre me pergunto como seria se eu nascesse em outra família, ou outro lugar no mundo.
Acho que isso interfere nos seus ideais e príncipios
beijos
blogloucamistura.blogspot.com

Jerri Dias disse...

Em mundos paralelos, eu sou uma pessoa pior ou melhor, mas é claro que diferente daqui.

Vivian disse...

Olá, Vanessa!!

Lindo seu texto!!Bem escrito!
Refletir é sempre bom, mas temos que cuidar para que estes "e se", não atrapalhem nossa vida.
Beijos!
Obrigada pela visita!
Como já conheço o verdes meninas, vim aqui!

Maiara disse...

A vida é mesmo muito curiosa, e todas essas perguntas já foram feitas antes, acredite. Às vezes passo horas pensando em interrogações que jamais deixarão de ser interrogações, e também, se houvessem respostas suficientes para todas as perguntas, e vida não teria tanta graça em ser vivida. No mais, precisamos fazer do que temos o melhor que pudermos.

Obrigada por sua visita, seja sempre bem vinda. Ah, gostei desse teu texto, nos faz pensar; remete reflexões interessantes sobre a existência.

Beijos.

Thamy disse...

Muito interessante, tem dias que apenas existo.

Christiane Arzamendia S. disse...

Perfeita sua indagação...

Obrigada por sempre passar no sem rótulos...

;D

Jeniffer Yara disse...

Fico pensando nisso,quase sempre,em quais dias fui eu mesma e aproveitei as oportunidades,e em quais dias eu simplesmente sobrevivi,apenas respirei e deixei o tempo passar. A cada dia,tento aproveitar o máximo que posso ;)

Beijos